Showcase

WeDrop

Informações

NUCTECHTM WeDrop é um sistema automático de despacho de bagagens recentemente desenvolvido pela NUCTECH COMPANY LIMITED. Sua aparência de interface intuitiva gera a eficiência e rapidez no processo de verificação e despacho de bagagens em aeroportos aeroporto. Com o auto-atendimento do WeDrop é possível medir e pesar a bagagem automaticamente, detectando excesso de tamanho e peso da bagagem, permitindo o pagamento de taxas por excesso de peso de bagagem, tornando o processo de verificação mais fácil e padronizado. Possui sistema de detecção de intrusão (invasão de rede) que garante a segurança total do uso.

Weknow

Informações

NUCTECH™ Weknow é um sistema inteligente desenvolvido pela Nuctech para detecção e análise de imagens produzidas por equipamentos de inspeção por raios X. Baseado em algoritmo de inteligência artificial e aprendizado automático, Weknow pode detectar e identificar automaticamente uma grande variedade de  objetos contrabandeados e ameaças como facas, armas, explosivos, garrafas líquidas, baterias, itens inflamáveis com alta taxa de detecção de reconhecimento e baixa taxa de alarmes falsos.

Weknow pode se adaptar facilmente a equipamentos de inspeção de segurança de raios-X da Nuctech e de outros fabricantes no mercado para detecção e reconhecimento de objetos. Pode ser amplamente aplicado para a inspeção de segurança em metrôs, ferrovias, rodovias, agências governamentais, alfândegas, aeroportos, logística, tribunais, agências de segurança pública, salas de exposições, etc.

Key-Line

Informações

NUCTECH™ Key-Line é uma solução de automação para o procedimento de inspeção de segurança de bagagens e volumes, o sistema garante maior controle do processo da rotina operacional fornecendo maior agilidade e segurança. Permite aos operadores economizar tempo com o retorno manual das bandejas e inspecionar com mais atenção o processo de verificação de segurança, possibilitando ao inspecionado um serviço de melhor qualidade e conforto e uma nova experiência. Possui função que reconhece automaticamente a bandeja vazia, possui alta eficiência no envio e retorno automático das bandejas. Todo o Designe pode ser personalizado dependendo do espaço disponível sendo compativel com equipamentos CT e de inspeção por raio x.

ESTAÇÕES METEOROLÓGICAS DE SUPERFÍCIE PARA AEROPORTOS

Informações

A SH95 é a solução da Hobeco para Aeroportos Categorizados, ou seja, onde é indicada para operações IFR de precisão. Utiliza o sistema automatizado de observação meteorológica (AWOS) Vaisala AviMet® que auxilia os pilotos e os profissionais da aviação a tomar decisões críticas, fornecendo continuamente informações em tempo real e relatórios sobre as condições meteorológicas do aeroporto. Conta com 02 (dois) Servidores Operando em Host Standby. Gera relatórios Meteorológicos automaticamente e Armazena Dados por mais de 1 ano.
Os sistemas AWOS podem ser personalizados para incorporar sensores que detectam a condição da pista e também fenômenos mais difíceis, como chuva congelante, variação brusca de vento e trovoadas.
Recursos e vantagens:
• Sistema totalmente configurável e modular;
• Sistema é incorporado com sensores e algoritmos que viabilizam o cálculo do parâmetro “Alcance Visual na Pista” (RVR);
• Totalmente expansível para atender as necessidades de aeroportos de CATI a CATIIIc;
• Precisão e regularidade de dados superiores;
• Garantias de disponibilidade e confiabilidade de dados máximas pelas unidades centrais de dados duplicadas;
• Permite a disseminação dos dados apresentados para diversos pontos do aeroporto, por meio de rede LAN;
• Integração contínua de dados meteorológicos para outros sistemas ATM;
• Formato de comunicação compatível com ICAO.

Informações

A SH15TAD é a solução da Hobeco para Aeroportos Não Categorizados, ou seja, onde é indicada para operações IFR de não-precisão. Também utiliza o sistema automatizado de observação meteorológica (AWOS) Vaisala AviMet®.
Este sistema auxilia os pilotos e os profissionais da aviação a tomar decisões críticas, fornecendo continuamente, informações em tempo real e relatórios sobre as condições meteorológicas do aeroporto.
Pode contar com 02 (dois) Servidores Operando em Host Standby. Gera relatórios Meteorológicos automaticamente e Armazena Dados por mais de 1 ano.
Nossos sistemas e as soluções são projetados para crescer com o seu aeroporto, tornando-os a escolha inteligente para investimentos em longo prazo. Todos os nossos sistemas são expansíveis, com arquitetura de sistema aberto que facilita a atualização e a expansão.
Os sistemas AWOS podem ser personalizados para incorporar sensores que detectam a condição da pista e também fenômenos mais difíceis, como chuva congelante, variação brusca de vento e trovoadas.
A Hobeco pode ajudar em todos os aspectos de seu projeto, desde o planejamento inicial até a manutenção e suporte no ciclo de vida. Oferecemos configurações flexíveis para atender às exigências de seu aeroporto e minimizar os custos de instalação.
Recursos e vantagens:
• Sistema totalmente configurável e modular;
• Totalmente expansível para atender as necessidades dos aeroportos;
• Precisão e regularidade de dados superiores;
• Garantias de disponibilidade e confiabilidade de dados máximas pelas unidades centrais de dados duplicadas;
• Permite a disseminação dos dados apresentados para diversos pontos do aeroporto, por meio de rede LAN;
• Integração contínua de dados meteorológicos para outros sistemas ATM;
• Formato de comunicação compatível com ICAO.

Informações

Esse modelo de EMS foi desenvolvido pela HOBECO para atender a uma demanda da Secretaria de Aviação Civil para o Desenvolvimento da Aviação Regional do Brasil em aeroportos de baixo movimento que operem em condições de voo por instrumentos (IFR), sem a necessidade de estabelecimento de EPTA para a prestação do Serviço de Informações Aeronáuticas (AFIS) nos termos da AIC 16/19.
Para o emprego em aeródromos de baixa movimentação (< 10.000 movimentos/ano), a EMS-A atende ao previsto na ICA 105-/15/2018, relativo ao item 7 (Estação Meteorológica de Superfície Automática – EMS-A) considerando a Nota 2 relativo a possuir uma variável meteorológica a ser fornecida aos aeronavegantes denominada “Altitude Densidade”, por tratar-se de um procedimento opcional em EMS-A para emprego militar e em aeródromos desprovidos de órgãos ATS. No tocante ao item relativo à composição do subsistema, a EMS-A conta com todos os sensores previstos essenciais para a confecção e emissão dos METAR/SPECI AUTO, via REDEMET:
A característica de autonomia dessa solução está no sistema fotovoltaico instalado para alimentação elétrica da EMS-3/A da ERAA. O projeto da Estação Fotovoltaica contempla a condição de fornecimento de energia própria (principal) por meio dos painéis fotovoltaicos e o fornecimento em caráter secundário (emergência) por meio de bancos de baterias em paralelo (Foto abaixo: EMS-A e Kit Solar de Segundo Anemômetro de EMS).
Justifica-se a proposição dessa solução para a Aviação Regional e para a Aviação Geral em virtude da Estação Meteorológica de Superfície Automática atender ao dispositivo operacional necessário para operações seguras em aeródromos de baixo movimento e de interesse estratégico do DECEA. No aspecto logístico, a padronização de sensores com o SISCEAB, para efeitos de preparação técnica de pessoal e integração da manutenção o que corrobora esta como uma solução para as operações aéreas nacionais como um todo.

PATROCÍNIO DIAMANTE

PATROCÍNIO OURO

PATROCÍNIO PRATA

PATROCÍNIO BRONZE

APOIO INSTITUCIONAL ESTRATÉGICO

APOIO INTERNACIONAL

APOIO INSTITUCIONAL

REALIZAÇÃO

CORREALIZAÇÃO